Visitantes

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Os 10 mandamentos para os usuários das redes sociais

O ambiente virtual também deve ter regras de bons costumes. Para ser educado na rede, é preciso pensar antes de teclar. Confira algumas sugestões para não cometer gafes on-line

As redes sociais invadem o cotidiano das comunicações. Recados, fotos, documentos e dados sobre a vida íntima das pessoas estão disponíveis nas páginas da web. Diante de tanta informação, surgem dúvidas: como causar boas impressões nos perfis?
Quais atitudes são consideradas educadas na hora de teclar?
E como pequenos erros podem resultar em consequências na vida real?
Segundo o especialista em tecnologia da educação Gilberto Lacerda, não há regras. A internet é um espaço para construir relacionamentos de todos os tipos o tempo todo. Por ser um assunto novo, não existe fórmula, mas o bom senso deve prevalecer: “É preciso entender que o padrão de comportamento tem que ser condizente com o meio.” Caso contrário, diz, o contato, é excluído. “Censura é possível na rede.” Por isso, todo cuidado é pouco para quem quer manter a classe no mundo virtual. Confira dicas divertidas para ficar por dentro da Netqueta — etiqueta da internet.
1 Honrarás teu nome
Como você se apresenta nas redes sociais podetorná-lo agradável ou chato. Pode ganhar ou perderuma vaga de emprego. Em qualquer situação, é melhor zelar pelo nome na web. Entrar em comunidades que transmitam com tanta sinceridade seus defeitos, como “sou preguiçoso”, queima o filme; criar muitos álbuns de fotos com você de biquíni tomando banho no piscinão, não está com nada. E mais! Cuidado ao publicar uma mensagem que possa ser usada contra você no futuro e não se esqueça do leitor. Não é bacana falar de pagode no fórum de rock ou vice-versa.
2 Não levantarás falso testemunho
Se não sabe, não fale. Principalmente, quando as palavrinhas falarem mal de alguém. O pecado mora nas esquinas criminosas da calúnia e da difamação. A turma dos boatos pode ter fama de desinformada. Então, a sugestão é colher informações até na própria rede. Em comunhão com este mandamento, é melhor não falar em vão sobre qualquer assunto. Publicar comentários preconceituosos é uma péssima ideia. Se seu contato não for seu amigo, você será excluído. Caso contrário, vai ser um clima chato ter que aguentar bogagens só para manter a amizade.
3 Não roubarás
Palavras podem valer muito, mas não é motivo para roubá-las. Se cometer o pecado do plágio, provavelmente será obrigado a confessar a verdadeira autoria daquele trechinho no qual diz ser seu. A internet facilita muito a reprodução de conteúdos; por isso, evite a condenação e dê os créditos às merecidas fontes. Além dos textos, outros que não escapam às mãos leves da internet são as identidades dos perfis. Criar fakes (perfis falsos) é ruim para a imagem. E não passa pela porta do paraíso on-line quem irrita os outros internautas com as cópias na web: fingir ser outra pessoa não é abençoável.
4 Não matarás
A língua portuguesa implora consideração e piedade na hora de usá-la para matar, ou melhor, teclar. A internet absorve códigos próprios baseados em abreviações — vc, kd, q — mas não cai bem escrever cachorro com X. Isso dá a impressão de ser ignorante e não moderno, como era a intenção. Os palavrões, usados nos desabafos, também merecem cuidado. Termos, como “miguxos”, não podem fazer parte dos e-mails formais ou mensagens dirigidas ao grupo do trabalho. Por fim, é certo que escrever errado pega mal, irmão! E ser educado é uma dádiva!
5 Expulsarás o spam da tela
Enviar mensagens interessantes para os contatos é saudável.. Mas divulgar eventos, ideias ou qualquer verso excessivamente, pode provocar a ira dos seus contatos. A gula do “spam” causa o efeito contrário ao planejado: ninguém se interessará pelo que você escreve e será o pecador apedrejado com exclusões do perfil. Então, mandar scraps o tempo todo irrita quando ocupa a página toda. As correntes também são fenômenos que precisam de milagre e as pessoas só respondem com medo de que realmente aconteça.
6 Guardarás dias de paz
Praticar a paz é sempre bem visto. Opiniões divergentes podem ser colocadas sem barracos virtuais. Nada de discursos preconceituosos e comentários arrogantes para quem criar uma imagem positiva na web. Lembre-se de que escrever em maiúsculas significa berrar na internet. Então, cuidado ao esbarrar na tecla do Caps Lock. A sugestão é expor opiniões e justificá-las sempre que possível.
7 Guardarás castidade nas palavras
Nem todo mundo é interessado em sua vida íntima. Portanto, tuitar como foi o desempenho sexual do fim de semana pode sugerir um comportamento vulgar. Fique em alerta, principalmente, quando o perfil estiver ligado à vida profissional. Estudo feito nos Estados Unidos comprova que jovens passam tanto tempo atualizando os perfis que 36% dos 771 entrevistados usam o Facebook e o Twiter depois do sexo. Os celulares tornam a prática mais usual para postar sem sair da cama: 81% usam o aparelho para esse tipo de atividade. Entretanto, o recomendado é deixar os detalhes picantes entre quatro paredes!
8 Não usar o assunto do trabalho em vão
Se der vontade de desabafar sobre o chefe irritante ou o baixo salário da empresa saiba que as redes sociais não são o melhor lugar. Algumas postagens podem ser prejudiciais para a carreira; por isso, pense bem. Além de provocar demissão por justa causa, a atitude é ruim para o relacionamento no ambiente de trabalho. Quem ocupa posições de chefia precisa de cuidado extra, pois declarações podem ser alvos de críticas e especulações pelos leitores.
9 Não tirarás a paciência do próximo
Falar com o contato que está com status vermelho: “Oi. Está ocupado?” é o mesmo que perguntar como a pessoa se sente no enterro de um familiar. Então, se não for um assunto de urgência, melhor evitar. Outro pecado imperdoável é chamar atenção com ferramentas que fazem tremer a tela. Se não aparecer resposta, não insista. Nem sempre as pessoas têm tempo ou desejam participar das mesmas atividades e conversas que você.
10 Dominarás as ferramentas
É perdoável pequenos erros no início do uso da rede social. Mas quem usa precisa tomar cuidado com as opções de enviar mensagens públicas ou privadas. Enviar número de telefone pessoal para um contato pelo mural que todos possam ver pode ser motivo de complicações futuras. Tuítar, falar pelo outro, postar mensagens confunde a cabeça. Em caso de dúvida, respire e se informe antes de dizer ao mundo, sem querer, um segredinho.

Nenhum comentário: